Musica Italiana

La ballata del soldato

( Canta: Quartetto Cetra )
( Autores da versão original: R. Moore - B. Sadler - 1966 )
( Autor da versão italiana: Tata Giacobetti )
( Titulo original: The ballad of the green berets )

Versão italiana Tradução

Tu lo sai che partirò,
sai perchè e dove andrò
ma non sai ed io non so,
quando ancor ti riabbraccerò.

Non temer, amore mio,
non temer, non è un addio,
tutti parton come me,
tutte piangono come te.

Come gli altri vestirò,
come gli altri marcerò,
sul berretto un fregio avrò
ma nel mio cuor il tuo volto avrò.

Non temer, ti penserò,
non temer, ti scriverò,
ogni giorno che passerà
sempre più ci avvicinerà.

E quando poi ritornerò,
sul mio cuor ti stringerò,
ti dirò, e tu lo sai,
ti dirò: Non lasciarmi mai!

La la la la la la la,
la la la la la la la,
ti dirò, e tu lo sai,
ti dirò: Non lasciarmi mai, mai mai!


Tu sabes que partirei,
sabes porque e onde irei
mas não sabes e eu não sei,
quando ainda te re-abraçarei.

Não temer, amor meu,
não temer, não é um adeus,
todos partem como eu,
todas choram como ti.

Como os outros vestirei,
como os outros marcharei,
no chapéu um friso terei
mas no meu coração o teu rosto terei.

Não temer, te pensarei,
não temer, te escreverei,
cada dia que passará
sempre mais nos aproximará.

E quando depois eu voltarei,
no meu coração te apertarei,
te direi, e tu o sabes,
te direi: Não deixar-me nunca!

La la la la la la la,
la la la la la la la,
te direi, e tu o sabes,
te direi: Não deixar-me nunca, nunca, nunca!