Musica Italiana

Zoccoletti

( Canta: Claudio Villa )
( Autores: U. Bertini - E. Falcocchio - 1951 )

Original em italiano Tradução

Zoccoletti zoccoleti
che davate ogni mattina
il buogiorno assieme a Nina.

Zoccoletti zoccoletti
che soltanto dal rumore
facevate allegro il cuore.

Non rallegrate più la mia casetta
e solamente un passero cinguetta.
Perchè.

Chi mi voleva bene m'ha lasciato
perchè l'amore mio non l'ha capito
e son rimasto solo e innamorato.

Conto e riconto,
pianto su pianto,
il mondo canta e non l'ascolto più.

Ho consumato mille fazzoletti
e del mio pianto l'ho bagnati tutti
sognando un viso e voi miei zoccoletti.

Ma dove sei,
che cosa fai,
perchè al mio amore non ritorni più.

Zoccoletti zoccoletti
come in trono una regina
portavate ogni mattina.

Zoccoletti zoccoletti
io cantavo, lei cantava
mentre un bacio mi donava.

E adesso che non fate più rumore,
mi camminate ancora sopra il cuore.
Perchè.

Ho consumato mille fazzoletti
e del mio pianto l'ho bagnati tutti
sognando un viso e voi miei zoccoletti.

Ma dove sei,
che cosa fai,
perchè al mio amore non ritorni più.

Zoccoletti zoccoleti
che davate ogni mattina
il buogiorno assieme a Nina.


Tamanquinhos tamanquinhos
que dáveis cada manha
o bom dia juntos com Nina.

Tamanquinhos tamanquinhos
que somente pelo barulho
fazíeis alegre o coração.

Não alegrais mais a minha casinha
e somente um pássaro gorjeia.
Porque.

Quem me queria bem me deixou
porque o meu amor não entendeu
e fiquei sozinho e apaixonado.

Conto e reconto,
choro após choro,
o mundo canta e não o escuto mais.

Gastei mil lenços
e do meu choro os molhei todos
sonhando um rosto e vocês meus tamanquinhos.

Mas onde estás,
o que estás fazendo,
porque para o meu amor não voltas mais.

Tamanquinhos tamanquinhos
como em trono uma rainha
leváveis cada manha.

Tamanquinhos tamanquinhos
eu cantava, ela cantava
enquanto um beijo me doava.

E agora que não fazeis mais barulho,
caminhais ainda sobre o meu coração.
Porque.

Gastei mil lenços
e do meu choro os molhei todos
sonhando um rosto e vocês meus tamanquinhos.

Mas onde estás,
o que estás fazendo,
porque para o meu amor não voltas mais.

Tamanquinhos tamanquinhos
que dáveis cada manha
o bom dia juntos com Nina.