Musica Italiana

Vivo per te

( Cantam: I Dik Dik )
( Autores: L. Albertelli - M. Fabrizio - 1970 )

Original em italiano Tradução

Io ti guarderò, io ti guarderò
fino a quando
i miei occhi ormai,
saranno stanchi,
si chiuderanno sotto una lacrima.

Ti ritroverò
in tutti i sogni miei,
poi mi sveglierò
col tuo volto quì,
quì davanti a me.

Vivo per te,
non senti il respiro di un cuore
che batte d'amore?
Vivo per te,
io so che al mattino
mi sveglio al profumo di un fiore.

La luce che corre sui tetti
si ferma da me.
Ma cos'è?
Sei tu che mi apri le braccia,
sul viso, un sorriso si affaccia e poi....

Ti accarezzerò
fino a quando
le mie mani, ormai
si fermeranno, ritorneranno
accanto a te.

Vivo per te,
non senti il respiro di un cuore
che batte d'amore?
Vivo per te,
io so che al mattino
mi sveglio al profumo di un fiore.

La luce che corre sui tetti
si ferma da me.
Ma cos'è?
Sei tu che mi apri le braccia,
sul viso, un sorriso si affaccia e poi......

Vivo per te,
non senti il respiro di un cuore
che batte d'amore?
Vivo per te,
io so che al mattino
mi sveglio al profumo di un fiore.

La luce che corre sui tetti......


Eu olharei para ti, eu olharei para ti
até quando
os meus olhos já
estarão cansados,
se fecharão sob uma lagrima.

Te reencontrarei
em todos os sonhos meus,
depois acordarei
com o teu rosto aqui,
aqui na minha frente.

Vivo pra ti,
não ouves o respiro de um coração
que bate por amor?
Vivo pra ti,
eu sei que de manha
acordo ao perfume de uma flor.

A luz que corre sobre os telhados
para perto de mim.
Mas o que é?
 És tu que abres os braços pra mim,
no rosto, um sorriso aparece e depois......

Te acariciarei
até quando
as minhas mãos
irão parar, voltarão
ao teu lado.

Vivo pra ti,
não ouves o respiro de um coração
que bate por amor?
Vivo pra ti,
eu sei que de manha
acordo ao perfume de uma flor.

A luz que corre sobre os telhados
para perto de mim.
Mas o que é?
 És tu que abres os braços pra mim,
no rosto, um sorriso aparece e depois......

Vivo pra ti,
não ouves o respiro de um coração
que bate por amor?
Vivo pra ti,
eu sei que de manha
acordo ao perfume de uma flor.

A luz que corre sobre os telhados......