Musica Italiana

Vieni sul mar

( Canta: O Tenor Enrico Caruso )
( Autores: Desconhecidos - 1909 )

Original em italiano Tradução

Deh, ti desta fanciulla, la luna
spande un raggio s'i caro sul mar,
vieni meco, t'aspetta la bruna
fida barca del tuo marinar.

Ma tu dormi, e non pensi al tuo fido,
ma non dorme chi vive d'amor.
Io la notte a te volo sul lido
ed il giorno a te volo col cor.

Vieni sul mar,
vieni a vogar,
sentirai l'ebbrezza
del tuo marinar.

Addio dunque, riposa, e domani
quando l'alba a svegliarti verrà,
sopra lidi lontani lontani
l'infelice nocchiero sarà.

Ma tu dormi, e non pensi al tuo fido,
ma non dorme chi vive d'amor.
Io la notte a te volo sul lido
ed il giorno a te volo col cor.

Vieni sul mar,
vieni a vogar,
sentirai l'ebbrezza
del tuo marinar.

Da quel giorno che t'ho conosciuta,
oh fanciulla di questo mio cuor,
speme e pace per te ho perduto
perché t'amo d'un immenso amor.

Fra le belle tu sei la più bella,
fra le rose tu sei la più fin,
tu del ciel sei brillante stella
ed in terra sei beltà divin.

Vieni sul mar,
vieni a vogar,
sentirai l'ebbrezza
del tuo marinar.

Vieni sul mar,
vieni a vogar,
sentirai l'ebbrezza
del tuo marinar.


Vai, acorde garota, a lua
estende um raio assim caro sobre o mar,
vem a mim, te espera o escuro
fiel barco do teu marinheiro.

Mas tu dormes, e não pensas ao teu fiel,
mas não dorme quem vive de amor.
Eu de noite vôo até ti na praia
e de dia vôo até ti com o coração.

Vem ao mar,
vem a vogar,
sentirás o êxtase
do teu marinheiro.

Adeus portanto, descanse, e amanha
quando o alvorecer a acordar-te virá,
em lugares distantes distantes
 o infeliz timoneiro será.

Mas tu dormes, e não pensas ao teu fiel,
mas não dorme quem vive de amor.
Eu de noite vôo até ti na praia
e de dia vôo até ti com o coração.

Vem ao mar,
vem a vogar,
sentirás o êxtase
do teu marinheiro.

Desde aquele dia que te conheci,
oh garota deste meu coração,
esperança e paz por ti perdi
porque te amo de um imenso amor.

Entre as belas tu és a mais bela,
entre as rosas tu és a mais delicada,
tu do céu és brilhante estrela
e na terra és beleza divina.

Vem ao mar,
vem a vogar,
sentirás o êxtase
do teu marinheiro.

Vem ao mar,
vem a vogar,
sentirás o êxtase
do teu marinheiro.