Musica Italiana

Vedi Napoli e poi muori

( Canta: Claudio Villa )
( Autores: Cardone - Albin - 1882 )
( Versão original: Vide Napule e po' muore )

Original em italiano Tradução

Il sole s'è buttato in braccio al mare
e scalda questa terra del sorriso.
Tra languide canzoni marinare
s'è schiuse 'e nube sul paradiso.

Napoli stamattina
insieme a me
con centomila voci
dice a te:

Vedi Napoli,
vedi Napoli e puoi muori.
Senza Napoli
dimmi ch'hai campato a fà.

Il Vesuvio e Santa Lucia
dimmi dove trovi tu.
Non è sogno né fantasia
questo eterno mare blu.

Senza Napoli
non c'è cuore che sospiri,
non c'è sogno che innamori.
Vedi Napoli e poi muori!

La luna piove fili inargentati
su questa meraviglia addormentata.
Per tutti i cuori sempre innamorati
sospira, passa e va la serenata.

Un bastimento
viene da lontano,
l'accoglie il canto
d'un napoletano.

Il Vesuvio e Santa Lucia
dimmi dove trovi tu.
Non è sogno né fantasia
questo eterno mare blu.

Senza Napoli
non c'è cuore che sospiri,
non c'è sogno che innamori.
Vedi Napoli e poi muori!


O sol se jogou nos braços do mar
e esquenta esta terra do sorriso.
Entre lânguidas canções marinheiras
abriram-se as nuvens sobre o Paraíso.

Nápoles esta manhã
junto comigo
com cem mil vozes
diz pra ti:

Vê Nápoles,
vê Nápoles e depois morre.
Sem Nápoles
diz-me tu viveste pra que.

O Vesúvio e Santa Lucia
diz-me onde encontras tu.
Não é sonho nem fantasia
este eterno mar azul.

Sem Nápoles
não tem coração que suspire,
não tem sonho que apaixone.
Vê Nápoles e depois morre!

A lua faz chover fios prateados
sobre esta maravilha adormecida.
Para todos os corações sempre apaixonados
suspira, passa e vai a serenada.

Um navio
vem de longe,
o acolhe o canto
de um napolitano.

O Vesúvio e Santa Lucia
diz-me onde encontras tu.
Não é sonho nem fantasia
este eterno mar azul.

Sem Nápoles
não tem coração que suspire,
não tem sonho que apaixone.
Vê Nápoles e depois morre!