Musica Italiana

Usignolo

( Canta: Luciano Tajoli )
( Autores: Castellani - Concina - Martelli - 1957 )

Original em italiano Tradução

Quando cantavi alla vita,
un usignolo eri tu.
Per me, per me,
per me.

Ma la tua voce è cambiata,
più non mi parla d'amor.
Perchè, perchè,
perchè.

Usignolo,
ma come sa di pianto la tua voce,
mi dice il cuore che non trovi pace,
mi dice il cuore che non sei felice.

Usignolo,
la tua canzone nasce da un sospiro,
l'amore che tu vivi è tanto amaro,
sei prigioniero in una gabbia d'oro.

L'oro ha fermato il tuo volo
e t'ha spezzato le ali,
nella tua voce c'è il pianto.
Oh mio usignolo.

Usignolo,
per sempre spengo un sogno nel mio cuore,
io che innalzavo già per te un altare
coi fior di campo del mio grande amore.

Io che innalzavo già per te un altare
coi fior di campo del mio grande amore.
Povero mio Usignolo,
non canti piu.


Quando cantavas à vida,
um rouxinol eras tu.
Para mim, para mim,
para mim.

Mas a tua voz mudou,
mais não me fala de amor.
Porque, porque,
porque.

Rouxinol,
mas como sabe de choro a tua voz,
me diz o coração que não encontras paz,
me diz o coração que não és feliz.

Rouxinol,
a tua canção nasce de um suspiro,
o amor que tu vives é tão amargo,
és prisioneiro numa gaiola de ouro.

O ouro parou o teu vôo
e te quebrou as asas,
na tua voz tem o choro.
Oh meu rouxinol.

Rouxinol,
para sempre apago um sonho no meu coração,
eu que levantava já para ti um altar
com as flores de campo do meu grande amor.

Eu que levantava já para ti um altar
com as flores de campo do meu grande amor.
Pobre meu Rouxinol,
não cantas mais.