Musica Italiana

Tornerai, tornerò

( Canta: Homo Sapiens )
( Autores: R. Pareti - R. Vecchioni - Vermar - 1975 )

Original em italiano Tradução

La piazzetta del mercato è ancora là,
le magliette sono uguali a un anno fa,
mi ricordo che la volevi tu
quella con "ti amo" scritto su.

Con gli amici passo il tempo solo un pò
e se chiedono ridendo con chi sto,
io rispondo che amo sempre te,
che da un momento all'altro arriverai.

Tornerai, tornerò,
col tempo non si può scommetter mai
e quello che succede non lo sai,
ti perdo ad ogni giorno sempre un pò.

Tornerai, tornerò,
ridicolo pensarci amore mio,
al primo incontro è stato già un addio.
Tornerai, tornerò.

Ti ricordi il prato della ferrovia,
rotolavi sporca d'erba e d'allegria,
erano le sei, io ti ho chiesto "vuoi?",
poi cantavi nel venire via.

Tornerai, tornerò,
col tempo non si può scommetter mai
e quello che succede non lo sai,
ti perdo ad ogni giorno sempre un pò.

Tornerai, tornerò,
ridicolo pensarci amore mio,
al primo incontro è stato già un addio.
Tornerai, tornerò.

Na na na na na na na na na......


A pracinhas do mercado está ainda lá,
as camisetas são iguais a um ano atrás,
me lembro que a queria tu
aquela com "te amo" escrito na frente.

Com os amigos passo o tempo somente um pouco
e se perguntam rindo com quem estou,
eu respondo que amo sempre a ti,
que de um momento para outro chegarás.

Voltarás, voltarei,
com o tempo não se pode apostar nunca
e aquilo que acontece não se sabe,
te perco a cada dia sempre um pouco.

Voltarás, voltarei,
ridículo pensar nisso amor meu,
no primeiro encontro foi já um adeus.
Voltarás, voltarei.

Lembras do campo da ferrovia,
rolavas suja de erva e de alegria,
eram seis horas, eu te perguntei "queres?",
depois cantavas enquanto voltávamos.

Voltarás, voltarei,
com o tempo não se pode apostar nunca
e aquilo que acontece não se sabe,
te perco a cada dia sempre um pouco.

Voltarás, voltarei,
ridículo pensar nisso amor meu,
no primeiro encontro foi já um adeus.
Voltarás, voltarei.

Na na na na na na na na na......