Musica Italiana

Torero

( Canta: Renato Carosone )
( Autores: R. Carosone - Nisa - 1957 )

Original em dialeto napolitano Tradução

Tu pierde 'o suonno
'ncopp''e giurnalette
e mamme te minaccia
e patete s'arrabbia.

Te fanno gira' a' capa sti fumette,
guardannote 'into' 'o specchio
vuoi fare il Toreador
comme fanno a Santafè,
comme fanno ad ''Ollivud"
e cu' sta scusa, oi ni, nun studie cchiu'.

Oh! Torero,
te si' piazzato 'ncapo stu sombrero,
dice ca' si' spagnuolo e nun e''o vero,
che nacchere 'in t''a sacca vai a balla'
mescolando bolero e cia'-cia'.
Chi vuo' 'mbruglia'.

Torero,
cu' sti basette a' sudamericano,
cu' 'nu sicario avana
e 'a cammesella 'e picche'.
Torero,  torero.
 Ole!

Te fatto 'a giacchettella corta, corta,
e 'o cazunciello astritto
e 'o ricciurillo 'n fronte.
Te ride 'a gente areto
e nun te 'mporta.

Ti senti un Marlon Brando
che a spasso se ne va
per le vie di Santafè
per le vie di Ollivud
e 'a 'nnammurata toia nun te vo' cchiu'.

Ue! Torero,
te si' piazzato 'ncapo stu sombrero,
dice ca' si' spagnuolo e nun e''o vero
che nacchere 'in t''a sacca vai a balla'
mescolando bolero e cia'-cia'.
Chi vuo' 'mbruglia'.

Torero,
cu' sti basette a' sudamericano
cu' 'nu sicario avana
e 'a cammesella 'e picche'.
Torero, torero.
 Ole!

Oh! Torero,
e levatillo 'a capo stu sombrero,
nun si' spagnuolo e nun si' cabballero,
sti nacchere tu nun 'e saie suna'
e sti nacchere tu che ne 'a fa,
belo 'e mamma.

Torero,
cu' sti basette a' sudamericano
cu' 'nu sicario avana
e 'a cammesella 'e picche'.
Torero, torero.
Ole!

Ole!


Tu perdes o sono
sobre os quadrinhos
e mamãe te ameaça
e teu pai fica irritado.

Te fazem girar a cabeça estes quadrinhos,
olhando-te no espelho
queres fazer o Toureador
come fazem em Santa Fé,
come fazem em Hollywood
e com esta desculpa, o bem, não estudas mais.

Oh! Toureador,
te colocaste na cabeça este sombrero,
dizes que és espanhol e não é verdade,
com as castanholas no bolso vai a bailar
misturando bolero e Cha-Cha.
Quem queres enganar.

Toureador,
com estas costeletas de sul-americano,
com um charuto havana
e uma camiseta de lamé.
Toureador,  toureador.
 Olé!

Te fizestes um casaco curto, curto,
e a calça estreita
e o caracol na testa.
Te riem atrás as pessoas
e não te importa.

Te sentes um Marlon Brando
que a passeio vai
pelas ruas de Santa Fé
pelas ruas de Hollywood
e a namorada tua não te quer mais.

Oh! Toureador,
te colocaste na cabeça este sombrero,
dizes que és espanhol e não é verdade,
com as castanholas no bolso vai a bailar
misturando bolero e Cha-Cha.
Quem queres enganar.

Toureador,
com estas costeletas de sul-americano,
com um charuto havana
e uma camiseta de lamé.
Toureador,  toureador.
 Olé!

Oh! Toureador,
e tira da cabeça este sombrero,
não és espanhol e não és cabballero,
estas castanholas tu não as sabes tocar
e destas castanholas tu vai fazer o que,
belo de mamãe.

Toureador,
com estas costeletas de sul-americano,
com um charuto havana
e uma camiseta de lamé.
Toureador,  toureador.
 Olé!

Olé!