Musica Italiana

Tintarella di Luna

( Canta: Mina )
( Autores: Migliacci - De Filippi - 1959 )

Original em italiano Tradução

Abbronzate, tutte chiazze,
pelli rosse un pò paonazze
son le ragazze che prendono il sol,
ma ce n'è una
che prende la luna.

Tintarella di luna,
tintarella color latte,
tutta notte stai sul tetto
sopra al tetto come i gatti
e se c'è la luna piena
tu, diventi candida.

Tintarella di luna,
tintarella color latte,
ti fa bianca la tua pelle
ti fa bella tra le belle
e se c'è la luna piena
tu, diventi candida.

Tin tin tin
raggi di luna,
tin tin tin
baciano te,
al mondo nessuna
è candida come te.

Tintarella di luna,
tintarella color latte
tutta notte stai sul tetto
sopra al tetto come i gatti
e se c'è la luna piena
tu, diventi candida.

Tin tin tin
raggi di luna,
tin tin tin
baciano te,
al mondo nessuna
è candida come te.

Tintarella di luna,
tintarella color latte,
tutta notte stai sul tetto
sopra al tetto come i gatti
e se c'è la luna piena
tu, diventi candida.

E se c'è la luna piena
tu diventi candida.
E se c'e' la luna piena
tu, diventi candida,
candida,
candida!


Bronzeadas, todas manchas,
peles vermelhas um pouco roxas
são as garotas que tomam o sol,
mas aí esta uma
que toma a lua.

Bronzeado de lua,
bronzeado cor do leite,
toda noite estás sobre o teto
sobre o teto como os gatos
e se tem a lua cheia
tu, te tornas cândida.

Bronzeado de lua,
bronzeado cor do leite,
te faz branca a tua pele
te faz bela entre as belas
e se tem a lua cheia
tu, te tornas cândida.

Tin tin tin
raios de lua,
tin tin tin
beijam a ti,
no mundo nenhuma
é cândida como ti.

Bronzeado de lua,
bronzeado cor do leite,
toda noite estás sobre o teto
sobre o teto como os gatos
e se tem a lua cheia
tu, te tornas cândida.

Tin tin tin
raios de lua,
tin tin tin
beijam a ti,
no mundo nenhuma
é cândida como ti.

Bronzeado de lua,
bronzeado cor do leite,
toda noite estás sobre o teto
sobre o teto como os gatos
e se tem a lua cheia
tu, te tornas cândida.

E se tem a lua cheia
tu, te tornas cândida.
E se tem a lua cheia
tu, te tornas cândida.
cândida,
cândida!