Musica Italiana

Sarra' chi sa'

( Canta: Fausto Cigliano )
( Autores: R. Forlani - R. Murolo - 1959 )

Esta musica me foi enviada pelo meu querido amigo italiano Franco Cacciafesta

Original em dialeto napolitano Tradução

Primmasera!
'O sole a poco a poco
se n'è sciso.
Strignete 'mbracci'a me
cu ll'uocchie nchiuse,
facimmo zittu zittu, cu sti vase.

Sarrá chi sà,
sarrá 'sta luna chiena,
na mùsica luntana.
Sarrá chi sà,
forse sarrá stu mare
o 'a luce d''e llampare.

Sarrá, sarrá Pusilleco
ca mme fa suspirá:
"Te voglio bene".
'O cielo bello 'e Napule
ch'è fatto pe' cantá
mille canzone.

Sarrá chi sà,
forse sarrá stu core
ch'è troppo 'nnammurato.
Stasera, tutt''a vita,
suspìrame abbracciata:
"Ammore mio".

Chianu chianu,
se só' addurmute
tutt''e manduline.
More pe' ll'aria ll'urdema canzone.
Giá sponta ll'alba
e s'annasconne 'a luna.

Sarrá, sarrá Pusilleco
ca mme fa suspirá:
"Te voglio bene".
'O cielo bello 'e Napule
ch'è fatto pe' cantá
mille canzone.

Sarrá chi sà,
forse sarrá stu core
ch'è troppo 'nnammurato.
Stasera, tutt''a vita,
suspìrame abbracciata:
"Ammore mio".


Noitinha!
O sol pouco a pouco
desceu.
Fica entre os meus braços
com os olhos fechados,
ficamos em silencio, com estes beijos.

Será quiçá,
será esta lua cheia,
uma musica distante.
Será quiçá,
talvez será este mar
ou a luz dos pescadores.

Será, será Posillipo
que me faz sussurrar:
"Te quero bem".
O belo céu de Nápoles
que é feito para cantar
mil canções.

Será quiçá,
talvez será este coração
que é demais apaixonado.
Esta noite, toda a vida,
sussurra-me abraçada:
"Amor meu".

Pouco a pouco,
foram dormir
todos os bandolins.
Morre no ar a ultima canção.
Já alvorece
e se esconde a lua.

Será, será Posillipo
que me faz sussurrar:
"Te quero bem".
O belo céu de Nápoles
que é feito para cantar
mil canções.

Será quiçá,
talvez será este coração
que é demais apaixonado.
Esta noite, toda a vida,
sussurra-me abraçada:
"Amor meu".