Musica Italiana

Piccolo uomo

( Canta: Bruno Lauzi )
( Autores: D. Bembo - A. La Bionda - B. Lauzi - L. Ricchi - 1972 )

Original em italiano Tradução

Due mani fredde nelle mie,
bianche colombe dell’addio.
Che giorno triste questo mio!
Oggi tu ti liberi di me,
di me che sono tanto fragile
e senza te mi perderò.

Piccola donna,
non mandarmi via,
io, piccolo uomo,
morirei.
È l’ultima occasione per vivere,
vedrai che non la perderò. Oh no!

È l’ultima occasione per vivere,
avrò sbagliato, si, lo sò,
ma insieme a te ci riuscirò.
Perciò ti dico:
piccola donna,
non mandarmi via,
io, piccolo uomo, muoio
se mi lascerai".

Aria di pioggia su di noi,
tu non mi parli più. Cos’hai?
Certo, se fossi al posto tuo
io sò gia che cosa mi direi.
Da solo mi farei un rimprovero
e dopo mi perdonerei.

Piccola donna,
non mandarmi via,
io, piccolo uomo,
morirei.
È l’ultima occasione per vivere,
vedrai che non la perderò.

Io posso, io devo,
io voglio vivere
e insieme a te ci riuscirò.
E’ l’ultima occasione per vivere,
vedrai che non la perderò
perché io posso, io devo,
io voglio vivere.
Ci riusciremo insieme.

Piccola donna,
non mandarmi via,
io, piccolo uomo, muoio
se mi lascerai.


Duas mão frias nas minhas,
brancos pombos do adeus.
Que dia triste este meu!
Hoje você se livra de mim,
de mim que sou tão frágil
e sem você me perderei.

Pequena mulher,
não me mande embora,
eu, pequeno homem,
morreria.
É a última ocasião para viver,
verá que não a perderei. Oh não!

É a última ocasião para viver,
talvez errei, sim, eu sei,
mas junto com você conseguirei.
Por isso lhe digo:
"Pequena mulher,
não me mande embora,
eu, pequeno homem, morro
se me deixará".

Ar de chuva sobre nós,
você não me fala mais. O que há?
Certo, se eu estivesse no seu lugar
já sei o que me diria.
Me censuraria sozinho
e depois me perdoaria.

Pequena mulher,
não me mande embora,
eu, pequeno homem,
morreria.
É a última ocasião para viver,
verá que não a perderei.

Eu posso, eu devo,
eu quero viver
e junto com você conseguirei.
É a última ocasião para viver,
verá que não a perderei
porque eu posso, eu devo,
eu quero viver.
Conseguiremos juntos.

Pequena mulher,
não me mande embora,
eu, pequeno homem, morro
se me deixará!