Musica Italiana

Parlami d'amore

( Canta: Gianni Morandi )
( Autores: R. Cini - F. Migliacci - S. Zambrini - 1969 )

Original em italiano Tradução

C’era il silenzio intorno a me,
vivevo come dentro un’isola,
il mondo mio finiva lì,
fino a che, fino a che
qualcuno un giorno mi parlò.

E la voce tua, e la voce tua,
dritto, dritto,
fino in fondo al cuore mi colpì
e mi innamorai, e mi innamorai.
Per amore tuo quel giorno l’isola lasciai.

Parlami d’amore come parli tu,
occhi blu, occhi blu,
non mi stancherò
di ascoltare te,
solo te, sempre te.

Parlami d’amore come parli tu,
occhi blu, occhi blu,
non mi stancherò
di ascoltare te,
solo te, sempre te.

Ha mille voci la città,
quante parole mi raggiungono,
discorsi inutili per me,
solo tu, solo tu
mi sai tenere accanto a te.

Non andare via, non andare via,
perché adesso solo non potrei tornare più,
è per gli occhi tuoi,
per le labbra tue,
per amore tuo che la mia isola lasciai.

Parlami d’amore come parli tu,
occhi blu, occhi blu,
non mi stancherò
di ascoltare te,
solo te, sempre te.

Parlami d’amore come parli tu,
occhi blu, occhi blu,
non mi stancherò
di ascoltare te,
solo te, sempre te.

Occhi blu!


Havia o silencio em volta de mim,
eu vivia como dentro de uma ilha,
o meu mundo acabava aí,
até quando, até quando
alguém um dia me falou.

E a tua voz, e a tua voz,
direto, direto,
até o fundo do coração me golpeou
e me apaixonei, e me apaixonei.
Por causa do teu amor naquele dia deixei a ilha.

Fala-me de amor como falas tu,
olhos azuis, olhos azuis,
não cansarei
de ouvir-te,
somente a ti, sempre a ti.

Fala-me de amor como falas tu,
olhos azuis, olhos azuis,
não cansarei
de ouvir-te,
somente a ti, sempre a ti.

Tem mil vozes a cidade,
quantas palavras chegam até mim,
discursos inúteis pra mim,
somente tu, somente tu
sabes manter-me ao teu lado.

Não ir embora, não ir embora,
porque agora sozinho não poderia mais estar,
é pelos olhos teus,
pelos lábios teus,
pelo amor teu que deixei a minha ilha.

Fala-me de amor como falas tu,
olhos azuis, olhos azuis,
não cansarei
de ouvir-te,
somente a ti, sempre a ti.

Fala-me de amor como falas tu,
olhos azuis, olhos azuis,
não cansarei
de ouvir-te,
somente a ti, sempre a ti.

Olhos azuis!