Musica Italiana

Padam, padam

( Canta: Nilla Pizzi )
( Autores: Glanzber - Contet - 1952 )

Original em italiano Tradução

Padam, padam, padam.
Padam, padam, padam.

Un bel motivetto d'amor
ho sempre racchiuso nel cuor.
Mi sveglia sul primo mattin,
m'insegue, mi resta vicin.

Un giorno mi renderà folle,
ma non so spiegarmi il perchè.
È musica senza parole
che parlan ancor prima di me.

Notte e dì, sempre così:

Padam, padam, padam,
come un eco che vien da lontan.
Padam, padam, padam,
mi trascina, mi prende per man.

Padam, padam, padam,
di sfuggire io tento, ma invan.
Ritornello che, prima di terminar,
m'invita a ricominciar.

Mi dice "Ricordati ancor
le mille lusinghe d'amor,
rimpiangere devi anche tu
i sogni di un tempo che fu."

Mi fa ricordare i vent'anni,
l'attesa di un sì o di un no,
le dolci bugie e gli inganni,
il vuoto che in cuore restò.

Notte e dì, sempre così!

Come un eco che vien da lontan.
Mi trascina, mi prende per man.

Padam, padam, padam,
per le strade mi viene a incontrar.
Ritornello che prende e riprende ancor
e canta, canta nel cuor.


Padam, padam, padam.
Padam, padam, padam.

Um belo motivo de amor
tenho sempre preso no coração.
Me acorda de manha cedo,
me persegue, permanece por perto.

Um dia me tornará louco,
mas não sei explicar-me o porque.
É musica sem palavras
que falam ainda antes de mim.

Noite e dia, sempre assim:

Padam, padam, padam,
como um eco que vem de longe.
Padam, padam, padam,
me arrasta, me pega pela mão.

Padam, padam, padam,
de fugir eu tento, mas em vão.
Refrão que, antes de acabar,
me convida a recomeçar.

Me diz "Lembra sempre
as mil seduções do amor,
pois deves ter saudade tu também
dos sonhos de um tempo que foi."

Me faz relembrar os vinte anos,
a espera de um sim ou de um não,
as doces mentiras e os enganos,
o vazio que no coração ficou.

Noite e dia, sempre assim!

Como um eco que vem de longe.
Me arrasta, me pega pela mão.

Padam, padam, padam,
pelas rua me vem de encontro.
Refrão que pega e re-pega ainda
e canta, canta no coração.