Musica Italiana

No, Pierrot

( Canta: Aurelio Fierro )
( Autores: Costanzo - Salani - 1953 )

Original em italiano Tradução

Ad un ballo mascherato
ricco e profumato di fior,
ebbri di champagne e fumo,
scesero in giardino due cuor.
Lei una Dama, lui un Pierrot.
C'eran tante stelle nel ciel!

Se un Pierrot sei tu, non lasciarmi più,
il tuo canto m'inebria, mi fa sognar,
la tua bocca, nel bacio, mi sa turbar.
Mai ti lascerò, mai rimpiangerò
questa folle nottata di baci e d'amor,
sei il Pierrot del cuor!

Il Pierrot tanto s'illuse
che alla Dama disse così:
"Voglio farti mia regina per la vita.
dimmi di sì".
Lei una Dama, lui un Pierrot.
Più non c'eran stelle nel ciel!

Se un Pierrot sei tu, non lasciarmi più,
il tuo canto ha turbato stanotte il cuor
ma con l'alba svanisce il bel sogno d'or.
Mai ti cercherò, mai rimpiangerò
questa folle nottata di baci e d'amor.
No, Pierrot, mai più!

No, Pierrot, mai più,
pur se piangi tu,
il bel sogno si vive
una notte e non più.
Un Pierrot, sei tu!


A um baile mascarado
rico e perfumado de flores,
ébrios de champanhe e fumo,
desceram no jardim dois corações.
Ela uma Dama, ele um Pierrô.
Haviam tantas estrelas no céu!

Se um Pierrô és tu, não deixar-me mais,
o teu canto me inebria, me faz sonhar,
a tua boca, no beijo, sabe turbar-me.
Nunca te deixarei, nunca esquecerei
esta louca noitada de beijos e de amor,
és o Pierrô do coração!

O Pierrô tanto se iludiu
que para a Dama disse assim:
"Quero fazer-te minha rainha pela vida.
diz-me sim".
Ela uma Dama, ele um Pierrô.
Não havia mais estrelas no céu!

Se um Pierrô és tu, não deixar-me mais,
o teu canto turbou esta noite o meu coração
mas no alvorecer desaparece o belo sonho dourado.
Nunca te procurarei, nunca esquecerei
esta louca noitada de beijos e de amor.
No, Pierrô, nunca mais!

No, Pierrô, nunca mais,
também se tu choras,
o belo sonho se vive
uma noite e não mais.
Um Pierrô, és tu!