Musica Italiana

Non esiste l'amor

( Canta: Adriano Celentano )
( Autores: L. Beretta - Leoni - P. Vivarelli - 1961 )

Agradeço profundamente o meu querido amigo Tony Mazzolenis por ter-me enviado esta bela musica

Original em italiano Tradução

Non esiste l'amor,
è soltanto una favola
inventata da te
per burlarti di me.

Non esiste l'amor,
è una storia ridicola,
ma non ride il mio cuor,
me l'hai detto anche tu
che non m'ami già più.

Non posso pensar
che di un altro tu sei,
che i tuoi baci non son più miei
mentre ancor ti vorrei.

Non esiste l'amor,
è soltanto una favola,
mentre ridi di me
io non amo che te.

E se piango d'amor
non mi sento ridicolo,
sono pazzo, lo so,
ma il mio cuor ti darò
finchè un palpito avrò.

Non posso pensar
che di un altro tu sei,
che i tuoi baci non son più miei
mentre ancor ti vorrei.

Non esiste l'amor,
è soltanto una favola,
mentre ridi di me
io non amo che te.

E se piango d'amor
non mi sento ridicolo,
sono pazzo, lo so,
ma il mio cuor ti darò
finchè un palpito avrò.

Non esiste l'amor!
Non esiste l'amor!


Não existe o amor,
 é somente uma fabula
 inventada por ti
 para zombar de mim.
 
 Não existe o amor,
 é uma história ridícula,
 mas não ri o meu coração,
o disseste também tu
 que já não me amas mais.
 
 Não posso pensar
 que de outro tu és,
 que os teus beijos não são mais meus
 enquanto ainda te queria.
 
 Não existe o amor,
 é somente uma fabula,
 enquanto tu estás rindo de mim
 eu não amo que ti.
 
 E se choro de amor
 não me sinto ridículo,
 sou louco, eu sei,
 mas o meu coração te darei
 ate que um palpito terei.
 
 Não posso pensar
 que de outro tu és,
 que os teus beijos não são mais meus
 enquanto ainda te queria.
 
 Não existe o amor,
 é somente uma fabula,
 enquanto tu estás rindo de mim
 eu não amo que ti.
 
 E se choro de amor
 não me sinto ridículo,
 sou louco, eu sei,
 mas o meu coração te darei
 ate que um palpito terei.
 
 Não existe o amor!
 Não existe o amor!