Musica Italiana

Non è mai troppo tardi

( Canta: Carla Boni )
( Autor: Dino Olivieri - 1954 )

Original em italiano Tradução

Vedo che piangi,
io so, questo pianto cos'è,
temi sia tardi
per vivere ancora con me.

Non è mai troppo tardi
per dire sottovoce,
oppure con gli sguardi,
"ti voglio tanto bene!"

Non è mai troppo tardi
per riportar la luce
tra il velo dei ricordi
e sciogliere le nubi
col sole dell'amor.

Ed ora che mi parli
dei sogni miei perduti,
mi par di ritrovarli
e di ricominciar.

Le lacrime che piangi
son lacrime d'amore,
cancellano il dolore.

Non è mai troppo tardi
per dire nel baciarmi
"ti voglio bene ancor!"

Non è mai troppo tardi
per riportar la luce
tra il velo dei ricordi
e sciogliere le nubi
col sole dell'amor.

Ed ora che mi parli
dei sogni miei perduti,
mi par di ritrovarli
e di ricominciar.

Le lacrime che piangi
son lacrime d'amore,
cancellano il dolore.

Non è mai troppo tardi
per dire nel baciarmi
"ti voglio bene ancor!"

Non è mai troppo tardi
per dire nel baciarmi
"ti voglio bene ancor!"


Vejo que choras,
eu sei este choro o que é,
temes que seja tarde
para viver ainda comigo.

Não é nunca tarde demais
para dizer com um sussurro,
ou com os olhares,
"te quero tanto bem!"

Não é nunca tarde demais
para re-trazer a luz
com o véu das lembranças
e dispersar as nuvens
com o sol do amor.

E agora que me falas
dos meus sonhos perdidos,
me parece de re-encontra-los
e de recomeçar.

As lagrimas que choras
são lagrimas de amor,
cancelam a dor.

Não é nunca tarde demais
para dizer-me beijando-me
"te quero bem ainda!"

Não é nunca tarde demais
para re-trazer a luz
com o véu das lembranças
e dispersar as nuvens
com o sol do amor.

E agora que me falas
dos meus sonhos perdidos,
me parece de re-encontra-los
e de recomeçar.

As lagrimas que choras
são lagrimas de amor,
cancelam a dor.

Não é nunca tarde demais
para dizer-me beijando-me
"te quero bem ainda!"

Não é nunca tarde demais
para dizer-me beijando-me
"te quero bem ainda!"