Musica Italiana

Nessuno mi pu˛ giudicare

( Canta: Caterina Caselli )
( Autores: D. Pace - Panzeri - L. Beretta - M. Del Prete - 1966 )

Original em italiano TradušŃo

La veritÓ mi fa male, lo so.
La veritÓ mi fa male, lo sai.

Nessuno mi pu˛ giudicare, nemmeno tu.
La veritÓ mi fa male, lo so.
Lo so che ho sbagliato una volta e non sbaglio pi¨.
La veritÓ mi fa male, lo so.

Dovresti pensare a me
e stare pi¨ attento a te.
C'Ŕ giÓ tanta gente che
ce l'ha su con me, chi lo sa perchŔ.

Ognuno ha il diritto di vivere come pu˛.
La veritÓ mi fa male, lo so.
Per questo una cosa mi piace e quell'altra no.
La veritÓ mi fa male, lo so.

Se sono tornata a te,
ti basta sapere che
ho visto la differenza tra lui e te
ed ho scelto te.

Se ho sbagliato un giorno ora capisco che
l'ho pagata cara la veritÓ.
Io ti chiedo scusa, e sai perchŔ?
Sta di casa qui la felicitÓ.

Molto, molto pi¨ di prima io t'amer˛,
in confronto all'altro sei meglio tu,
e d'ora in avanti prometto che
quel che ho fatto un dý non far˛ mai pi¨.

Ognuno ha il diritto di vivere come pu˛.
La veritÓ mi fa male, lo so.
Per questo una cosa mi piace e quell'altra no.
La veritÓ mi fa male, lo so.

Se sono tornata a te,
ti basta sapere che
ho visto la differenza tra lui e te
ed ho scelto te.

Se ho sbagliato un giorno ora capisco che
l'ho pagata cara la veritÓ.
Io ti chiedo scusa, e sai perchŔ?
Sta di casa qui la felicitÓ.

Nessuno mi pu˛ giudicare, nemmeno tu!


A verdade me faz mal, eu sei.
A verdade me faz mal, tu sabes.

NinguÚm me pode julgar, nem tu.
A verdade me faz mal, eu sei.
Eu sei que errei uma vez e nŃo erro mais.
A verdade me faz mal, eu sei.

Tu deverias pensar em mim
e ficar mais atento a ti.
Tem jß muita gente que
tem algo contra mim, quem sabe porque.

Cada um tem o direito de viver como pode.
A verdade me faz mal, eu sei.
Por isso gosto de uma coisa e de uma outra nŃo.
A verdade me faz mal, eu sei.

Se retornei a ti,
te bastas saber que
eu vi a diferenša entre ele e ti
e te escolhi.

Se errei um dia agora entendo que
a paguei cara a verdade.
Eu te pešo desculpas, e sabes porque?
Estß de casa aqui a felicidade.

Muito, muito mais do que antes eu te amarei,
em comparašŃo ao outro tu Ús melhor,
e de agora em diante prometo que
aquilo que fiz um dia nŃo farei nunca mais.

Cada um tem o direito de viver como pode.
A verdade me faz mal, eu sei.
Por isso gosto de uma coisa e de uma outra nŃo.
A verdade me faz mal, eu sei.

Se retornei a ti,
te bastas saber que
eu vi a diferenša entre ele e ti
e te escolhi.

Se errei um dia agora entendo que
a paguei cara a verdade.
Eu te pešo desculpas, e sabes porque?
Estß de casa aqui a felicidade.

NinguÚm me pode julgar, nem tu!