Musica Italiana

Musica proibita

( Canta: O Tenor Michelangelo Verso )
( Romanza di Stanislao Gastaldon - 1881 )

Agradeço muito o meu querido amigo Michelangelo Verso Jr, filho do grande tenor, por
ter-me gentilmente enviado esta musica soberbamente cantada pelo seu amado e saudoso pai

Versão italiana Tradução

Ogni sera di sotto al mio balcone
sento cantare una canzon d'amore.
Più volte la ripete un bel garzone
e battere mi sento forte il core.

E battere mi sento forte il cor.

Oh, quanto è dolce quella melodia.
Oh, quanto è cara, quanto m' è gradita.
Ch'io la canti non vuol la mamma mia,
vorrei saper perchè me l'ha proibita.

Ella non c'è ed io la vo' cantar
la frase che m'ha fatto palpitare:

Vorrei baciare i tuoi capelli neri,
le labbra tue e gli occhi tuoi sinceri.
Vorrei morir con te, angel di Dio,
o bella innamorata, tesor mio.

Qui sotto il vidi ieri a passeggiare,
e lo sentivo al solito cantar:

Vorrei baciare i tuoi capelli neri,
le labbra tue e gli occhi tuoi sereni.
Stringimi, oh cara, stringimi al tuo core,
fammi sentir l'ebbrezza dell'amor.


Cada noite sob o meu balcão
ouço cantar uma canção de amor.
Mais vezes a repete um belo moço
e bater sinto forte o coração.

E bater sinto forte o coração.

Oh, quanto é doce aquela melodia.
Oh, quanto é querida, quanto me agrada.
Não quer que eu a cante a minha mãe,
queria saber porque a proibiu.

Ela não está e eu vou cantar
a frase que me fez palpitar:

Queria beijar os teus cabelos pretos,
os lábios teus e os olhos teus sinceros.
Queria morrer contigo, anjo de Deus,
o bela namorada, tesouro meu.

Aqui em baixo o vi ontem a passear,
e o ouvia como sempre cantar:

Queria beijar os teus cabelos pretos,
os lábios teus e os olhos teus serenos.
Aperta-me, oh querida, aperta-me no teu coração,
deixe-me sentir o êxtase do amor.