Musica Italiana

Maria Marì

( Canta: O baritono Gino Bechi )
( Autores: V. Russo - E. Di Capua - 1899 )
( Conhecida também como: Oi Mari', oi Mari' )

Original em dialeto napolitano Tradução

Arápete fenesta,
famme affacciá a Maria,
ca stóngo 'mmiez'â via
speruto d''a vedé.

Nun trovo n'ora 'e pace,
'a notte 'a faccio juorno,
sempe pe' stá ccá attuorno,
speranno 'e ce parlá.

Oje Marí', oje Marí',
quanta suonno ca perdo pe' te,
famme addurmí,
nu poco abbracciato cu te.

Oje Marí', oje Marí',
quanta suonno ca perdo pe' te,
famme addurmí,
oje Marí', oje Marí'.

Pare che giá s'arape
na sénga 'e fenestella,
Maria, cu 'a manella,
nu segno a me mme fa.

Sòna chitarra mia!
Maria s'è scetata!
Na scicca serenata
facímmole sentí.

Oje Marí', oje Marí',
quanta suonno ca perdo pe' te,
famme addurmí,
abbracciato nu poco cu te.

Oje Marí', oje Marí',
Quanta suonno ca perdo pe' te,
famme addurmí,
oje Marí', oje Marí'!


Abre-te janela,
fazes aparecer Maria,
que estou no meio da rua
esperando de ver-la.

Não encontro uma hora de paz,
vivo a noite como fosse dia,
sempre para ficar por perto,
esperando de falar com ela.

Oi Maria, oi Maria,
quanto sono que perco por ti,
faz-me adormecer,
um pouco abraçado contigo.

Oi Maria, oi Maria,
quanto sono que perco por ti,
faz-me adormecer,
Oi Maria, oi Maria.

Parece que já se abre
uma fenda na janelinha,
Maria, com a mãozinha,
um aceno me faz.

Toca guitarra minha!
Maria acordou!
Uma bela serenata
fazemos-lhe ouvir.

Oi Maria, oi Maria,
quanto sono que perco por ti,
faz-me adormecer,
abraçado um pouco contigo.

Oi Maria, oi Maria,
quanto sono que perco por ti,
faz-me adormecer,
Oi Maria, oi Maria!