Musica Italiana

Mani bucate

( Canta: Sergio Endrigo )
( Autor: Sergio Endrigo - 1965 )

Original em italiano Tradução

Non hai saputo tenerti niente,
neanche un sorriso sincero
e avevi il mondo, il mondo intero,
nelle tue mani.

Tutto hai perduto,
anche l'amore,
buttato via dalle tue mani.
Mani bucate!

Non hai saputo tenerti niente,
neanche un amico sincero,
avevi tanto e hai sempre dato
tutto a nessuno.

Tutto hai perduto,
anche il mio cuore,
buttato via dalle tue mani.
Mani bucate!

Ora lo sai,
nessuno torna indietro
e io non sono più io.
È inutile che pensi a me.

Adesso piangi, adesso chiedi
un po' damore sincero,
un po damore per il tuo cuore
solo e malato.

Non cè nessuno
che ti dia un fiore,
né una mano per le tue mani.
Mani bucate!

Non cè nessuno
che ti dia un fiore,
né una mano per le tue mani.
Mani bucate!

Non cè nessuno
che ti dia un fiore,
né una mano per le tue mani.
Mani bucate!


Não soubeste conservar nada,
nem um sorriso sincero
e tinhas o mundo, o mundo inteiro,
nas tuas mãos.

Tudo perdeste,
também o amor,
jogado fora com as tuas mãos.
Mãos furadas!

Não soubeste conservar nada,
nem um amigo sincero,
tinhas tanto e sempre deste
tudo a ninguém.

Tudo perdeste,
também o meu coração,
jogado fora com as tuas mãos.
Mãos furadas!

Agora sabes,
ninguém volta atrás
e eu não sou mais eu.
É inútil agora que tu penses em mim.

Agora choras, agora pedes
um pouco de amor sincero,
um pouco de amor para o teu coração
sozinho e doente.

Não há ninguém
que te dê uma flor,
nem uma mão para as tuas mãos.
Mãos furadas!

Não há ninguém
que te dê uma flor,
nem uma mão para as tuas mãos.
Mãos furadas!

Não há ninguém
que te dê uma flor,
nem uma mão para as tuas mãos.
Mãos furadas!