Musica Italiana

Malatia

( Canta: Roberto Murolo )
( Autor: Armando Romeo - 1957 )

Original em dialeto napolitano Tradução

Tu si' na malatia
ca me da' na smania 'e te vede',
me vene 'a frennesia
tutt' 'e ssere quanno aspetto a tte.

Tu si' na malatia
ca me passa sulo 'mbraccio a tte,
quanta malincunia
quanno resto sulo senza 'e te.

Ammore suonname
quanno t'adduorme,
ammore vasame
comme vogl'i'.

No, no, nun me lassa'
si po' nun tuorne,
'sta malatia
me fa muri'.

Tu si' na malatia
ca se sana se tu staje cu mme,
si' tutt' 'a vita mia,
chistu core cerca sempe a tte.

Cchiù 'e na passione
tu si' pe' stu core,
cchiù forte 'e n'ammore
tu si' pe' me.

Ammore suonname
quanno t'adduorme,
ammore vasame
comme vogl'i'.

No, no, nun me lassa'
si po' nun tuorne,
'sta malatia
me fa muri'.

Tu si' na malatia
ca se sana se tu staje cu mme,
si' tutt' 'a vita mia,
chistu core cerca sempe a tte.


Tu és uma doença
que me dá desejo de ver-te,
me vem a frenesi
todas as noites quando te espero.

Tu és uma doença
que me passa somente entre os teus braços,
quanta melancolia
quando fico sozinho sem ti.

Amor sonha-me
quando estás dormindo,
amor beija-me
como eu quero.

Não, não, não deixar-me
se depois não voltas,
esta doença
me faz morrer.

Tu és uma doença
que melhora se tu estás comigo,
tu és toda a vida minha,
este coração busca sempre a ti.

Mais do que uma paixão
tu és para este coração,
mais forte de um amor
tu és para mim.

Amor sonha-me
quando estás dormindo,
amor beija-me
como eu quero.

Não, não, não deixar-me
se depois não voltas,
esta doença
me faz morrer.

Tu és uma doença
que melhora se tu estás comigo,
tu és toda a vida minha,
este coração busca sempre a ti.