Musica Italiana

Madonna dell'Angeli

( Canta: Lando Fiorini )
( Autores: Micheli - Rossi - 1949 )

Original em dialeto romanesco Tradução

Madonna mia dell'Angeli,
in quella chiesa, avanti a piazza Termini,
m'avete visto allegro 'na matina
che me sposai co' Nina.

Era d'ottobre,
e dentro ar core mio c'era 'na febbre
de baci ardenti e de felicità,
felicità.

E su tra mezzo all'Angeli
che barzeno su in cielo a Voi, Maria,
io vidi benedimme da quell'Angelo
de mamma mia.

Li primi mesi passeno
e le speranze come rose sbocceno,
'na mano sfiora nastri, tela e lino,
prepara er coredino.

Era d'ottobre,
e dentro ar core mio c'era 'na febbre
de baci ardenti e de felicità,
felicità.

E su tra mezzo all'Angeli,
che barzeno, oh Madonna, insino a Dio,
ve devo di' ch'è bello come 'n Angelo,
er pupo mio.

È stato come un furmine,
er pupo nun c'è più, vota è la cunnola,
strappate er nastro bianco dalla porta,
che pure Nina è morta!

Triste dicembre,
sur core mio ce so' calate l'ombre,
c'ho tutto gelo intorno e fo' pietà,
e fo' pietà!

Ma su tra mezzo all'Angeli
ne vedo volà due co' Voi, Maria,
pe' carità, ridateme quell'Angeli,
Madonna mia!


Minha Nossa Senhora dos Anjos,
naquela igreja, em frente a praça Termini,
Você me viu alegre na manha
em que casei com Nina.

Era outubro,
e dentro ao coração meu havia uma febre
de beijos ardentes e de felicidade,
felicidade.

E lá no meio dos Anjos
que voam no céu até Você, Maria,
eu foi abençoado por aquele Anjo
de minha mãe.

Os primeiros meses passam
e as esperanças como rosas desabrocham,
uma mão mexe com fitinhas, tela e linho,
prepara o enxoval.

Era outubro,
e dentro ao coração meu havia uma febre
de beijos ardentes e de felicidade,
felicidade.

E lá no meio dos Anjos
que voam, oh Nossa Senhora, até Deus,
lhe devo dizer que é bonito como um Anjo,
o meu bebê..

Foi como um raio,
o meu bebê não está mais aqui, vazio e o berço,
arrancai a fita branca dá porta,
que também Nina morreu!

Triste dezembro,
no meu coração desceram as sombras,
é tudo gelo em minha volta e faço piedade,
e faço piedade!

Mas lá no meio dos Anjos
vejo dois voando com Você, Maria,
por caridade, devolva-me aqueles Anjos,
minha Nossa Senhora!