Musica Italiana

Lungo il viale

( Canta: Natalino Otto )
( Autores: De Santis - N. Otto - 1949 )

Original em italiano Tradução

Lungo il viale
va ripassando
la sua lezione
la studentessa.

L'accompagna
lo studentino
che, birichino,
d'amor le parlerà.

Oh! Oh!
Sei fresca e vellutata.
Ehi! Ehi! Dirà scandalizzata
quando già l'avrá baciata.

Lungo il viale
che sospironi
e che lezioni,
ma senza il professor.

Ma se agli esami un batticuore,
muto il labbro farà,
e non saprai, al professore,
cosa dire, si sa.

Che seccatura
allora, anche
brutta figura.
Che bella bocciatura!

Lungo il viale,
che lacrimoni
da quegli occhioni
azzurri come il mar.

L'han bocciata
ma lo studente
dal cuore ardente
la sa riconsolar.

Oh! Oh!
Con zero in geografia.
Ehi! Ehi! Con tre in filosofia
tu sarai per sempre sua.

Nel diploma
di mogliettina,
oh studentina,
c'è la felicità.

Ascolta, ascolta studentessa
se la storia non sai
un'altra volta lungo il viale,
sola, tu te ne andrai.

E se l'amore ti tenta
tu pensa al dolore
di quella
bocciatura.

Oh! Oh!
Con zero in geografia.
Oh! Oh! Con tre in filosofia
tu sarai per sempre sua.

Nel diploma
di mogliettina,
oh studentina,
c'è la felicità.

C'è la felicità!
C'è la felicità!


Ao longo da avenida
vai re-passando
a sua lição
a estudantinha.

A acompanha
o estudantinho
que, malandrinho,
de amor lhe falará.

Oh! Oh!
És fresca e aveludada.
Hei! Hei! Dirá escandalizada
quando já a terá beijada.

Ao longo da avenida
que suspiros
e que lições,
mas sem o professor.

Mas se aos exames uma palpitação,
mudo o lábio fará,
e não saberás, ao professor,
o que dizer, se sabe.

Que aborrecimento
então, também
figura feia.
Que bela reprovação!

Ao longo da avenida,
que lagrimas
daqueles olhos
azuis como o mar.

A reprovaram
mas o estudante
de coração ardente
a sabe consolar.

Oh! Oh!
Com zero em geografia.
Hei! Hei! Com três em filosofia
tu serás para sempre sua.

No diploma
de esposinha,
oh estudantinha,
está a felicidade.

Escuta, escuta estudantinha
se a história não sabes
uma outra vez ao longo da avenida,
sozinha, tu andarás.

E se o amor te tenta
tu pensa na dor
daquela
reprovação.

Oh! Oh!
Com zero em geografia.
Oh! Oh! Com três em filosofia
tu serás para sempre sua.

No diploma
de esposinha,
oh estudantinha,
está a felicidade.

Está a felicidade!
Está a felicidade!