Musica Italiana

Luna malinconica

( Canta: Carlo Buti )
( Autores: R. Rodgers - L. Hart - A. Bracchi - 1934 )
( Titulo original: Blue Moon )

Agradeço ao meu amigo Ferdinando Lovari por ter-me enviado esta bela musica que estava procurando há muito tempo. O titulo da versão original faz referencia a um modo de dizer inglês que com o termo "blue moon"  indica a terceira lua cheia quando se têm quatro luas cheias numa estação só, evento bastante raro. Por isso em inglês se costuma dizer "once in a fool moon" para indicar um acontecimento ou um episódio extremamente raro.

Versão italiana Tradução

Ma tu,
pallida luna, perchè
sei tanto triste, cos'è,
che non risplendi per me.

Lassù,
tu puoi vederlo il mio cuore,
la delusione d'amore,
questo mio grande dolore.

Tu sai che baci sapeva dare
ed anche tu non puoi dimenticar.
Forse tu senti la malinconia,
forse tu sai che non ritorna più.

Ma tu,
pallida luna, perchè
sei tanto triste, cos'è,
tu vuoi soffrire con me.

Solo me ne andrò
seguendo il mio destino in cerca d'amore.
Non ascolterò,
durante il mio cammino, la voce del cuore.

Solo la bianca luna
dal ciel mi guiderà.
M'insegnerà la via
che m'accompagnerà.

Ma tu,
pallida luna, perchè
sei tanto triste, cos'è,
che non risplendi per me.

Lassù,
tu puoi vederlo il mio cuore,
la delusione d'amore,
questo mio grande dolore.

Tu sai che baci sapeva dare
ed anche tu non puoi dimenticar.
Forse tu senti la malinconia,
forse tu sai che non ritorna più.

Ma tu,
pallida luna perchè
sei tanto triste, cos'è,
tu vuoi soffrire con me.


Mas tu,
pálida lua, porque
és tão triste, o que há,
que não brilhas mais para mim.

Lá do alto,
tu podes ver o meu coração,
a desilusão de amor,
esta minha grande dor.

Tu sabes que beijos ela sabia dar
e também tu não podes esquecer.
Talvez tu sentes a melancolia,
talvez tu sabes que não volta mais.

Mas tu,
pálida lua, porque
és tão triste, o que há,
tu queres sofrer comigo.

Sozinho irei
seguindo o meu destino em busca do amor
Não escutarei,
durante o meu caminho, a voz do coração.

Somente a branca lua
do céu me guiará.
Me mostrará o caminho
que me acompanhará.

Mas tu,
pálida lua, porque
és tão triste, o que há,
que não brilhas mais para mim.

Lá do alto,
tu podes ver o meu coração,
a desilusão de amor,
esta minha grande dor.

Tu sabes que beijos ela sabia dar
e também tu não podes esquecer.
Talvez tu sentes a melancolia,
talvez tu sabes que não volta mais.

Mas tu,
pálida lua, porque
és tão triste, o que há,
tu queres sofrer comigo.