Musica Italiana

La più bella canzone del mondo

( Canta: Gino Latilla )
( Autores: Fiorella Mari - Filippini - 1957 )

Original em italiano Tradução

Qualunque delusione
si cancella, se ne và.
Soltanto la canzone,
quando è bella, mai morrà.

La più bella canzone del mondo,
"Signorinella",
ci ricorda l'amore profondo
d'una fanciulla.

Di colei, che dinnanzi al telaio,
al quinto piano,
ricamava pensando al notaio
ch'era lontano.

A quei tempi, per ogni contrada,
andava di moda il pianino di strada.
Si cantavano belle canzoni,
di gioie e illusioni d'un tempo che fu.

La più bella canzone del mondo,
"Signorinella",
è la storia d'un bene profondo
che non torna più.

Chi vive di amarezza,
nel tormento d'un amor,
ritrova la dolcezza
in un canto che non muor.

A quei tempi, per ogni contrada,
andava di moda il pianino di strada.
Si cantavano belle canzoni,
di gioie e illusioni d'un tempo che fu.

La più bella canzone del mondo,
"Signorinella",
è la storia d'un bene profondo
che non torna più.

È la storia d'un bene profondo
che non torna più!


Qualquer desilusão
desvanece, vai embora.
Somente a canção,
quando é bonita, nunca morrerá.

A mais bela canção do mundo,
"Signorinella",
nos lembra o amor profundo
de uma garota.

Daquela, que na frente do seu tear,
no quinto andar,
bordava pensando ao notário
que era distante.

Naqueles tempos, em cada bairro,
era de moda o realejo.
Cantavam-se belas canções,
de alegrias e ilusões de um tempo que foi.

A mais bela canção do mundo,
"Signorinella",
é a história de um bem profundo
que não volta mais.

Que vive na amargura,
no tormento de um amor,
reencontra a doçura
num canto que não morre.

Naqueles tempos, em cada bairro,
era de moda o realejo.
Cantavam-se belas canções,
de alegrias e ilusões de um tempo que foi.

A mais bela canção do mundo,
"Signorinella",
é a história de um bem profundo
que não volta mais.

É a história de um bem profundo
que não volta mais!