Musica Italiana

Ho visto un Film

( Canta: Gianni Morandi )
( Autores: J. Baez - Miti - E. Morricone - F. Migliacci - 1971 )
( Titulo original: Here's is to you )

O Filme citado no titulo da musica é "Sacco e Vanzetti" (Nicola and Bart) dirigido por Giuliano Montaldo em 1971. Nicola Sacco (nascido em Torremaggiore em 22/04/1891) e Bartolomeo Vanzetti (nascido em Villafalletto em 11/06/1888) foram dois anárquicos italianos que foram presos, processados e justiçados nos Estados Unidos, nos anos vinte, acusados do homicídio de um contador e de um guarda da fabrica de sapatos "Slater and Morrill". Sobre seu envolvimento haviam muitas duvidas já na época do processo e a nada valeu a confissão do preso porto-riquenho Celestino Madeiros que livrava os dois. Sacco era operário numa fabrica de sapatos enquanto Vanzetti dirigia uma revenda de peixe. Foram justiçados na cadeira elétrica em Dedham, Massachusetts, em 23/08/1927. Cinqüenta anos depois, em 1977, Michael Dukakis, governador do Estado do Massachusetts, reconheceu oficialmente os erros cometidos no processo e reabilitou completamente a memória de Sacco e Vanzetti. Quero citar duas declarações de Sacco e Vanzetti antes de serem justiçados: Bartolomeo Vanzetti para o juri que os condenou à morte: "Nunca, vivendo a inteira existência, poderíamos esperar de fazer tanto assim pela tolerância, a justiça e a mutua compreensão entre os homens" - Nicola Sacco ao filho Dante: "Sim, Dante meu, eles poderão crucificar os nossos corpos como vem fazendo há sete anos, mas não poderão nunca destruir as nossas idéias, que permanecerão ainda mais belas para as futuras gerações".

Original em italiano Tradução

Tu vivi,
cammini, lavori,
guardi, parli,
canti.

Poi viene qualcuno
e ti lega le mani e i piedi
e ti chiude la bocca
e ti chiude gli occhi.

Ho visto un film, "Nicola and Bart",
la vita di "Nicola and Bart",
la morte di "Nicola and Bart".
Amo voi, "Nicola and Bart".

Se morir vuol dire amar,
se morir vuol dire lottar,
la vostra morte la regaliam
all’uomo che uomo non è.

Queste mani per lavorar,
questi occhi son per guardar,
questi piedi per camminar,
questa bocca per cantar.

Canto a voi, "Nicola and Bart",
per chi odia la schiavitù,
per chi ama la verità
canto forte "Libertà".

Con le mani non supplicherò,
coi miei occhi non piangerò,
con i piedi non fuggirò,
con la bocca canterò.

Canto a voi, "Nicola and Bart",
per chi odia la schiavitù,
per chi ama la verità
canto forte "Libertà".

Non più due "Nicola and Bart",
tutti siam "Nicola and Bart",
tutto il mondo è "Nicola and Bart".
Su cantiamo "Libertà".

Non più due "Nicola and Bart",
tutti siam "Nicola and Bart",
tutto il mondo è "Nicola and Bart".
Su cantiamo "Libertà".

Non più due "Nicola and Bart",
tutti siam "Nicola and Bart",
tutto il mondo è "Nicola and Bart".
Su cantiamo "Libertà".


Tu vives,
caminhas, trabalhas,
olhas, falas,
cantas.

Aí vem alguém
e te amarra as mãos e os pés
e te fecha a boca
e te fecha os olhos.

Eu vi um filme, "Nicola and Bart",
a vida de "Nicola and Bart",
a morte de "Nicola and Bart".
Amo vocês, "Nicola and Bart".

Se morrer quer dizer amar,
se morrer quer dizer lutar,
a morte de vocês vamos dar de presente
para o homem que homem não é.

Estas mãos para trabalhar,
estes olhos são para olhar,
estes pés para caminhar,
esta boca para cantar.

Canto para vocês, "Nicola and Bart",
para quem odeia a escravidão,
para quem ama a verdade
canto forte "Liberdade".

Com as mão não suplicarei,
com os meus olhos não chorarei,
com os pés não fugirei,
com a boca cantarei.

Canto para vocês, "Nicola and Bart",
para quem odeia a escravidão,
para quem ama a verdade
canto forte "Liberdade".

Não mais dois "Nicola and Bart",
todos somos "Nicola and Bart",
todo o mundo é "Nicola and Bart".
Vai, cantemos "Liberdade".

Não mais dois "Nicola and Bart",
todos somos "Nicola and Bart",
todo o mundo é "Nicola and Bart".
Vai, cantemos "Liberdade".

Não mais dois "Nicola and Bart",
todos somos "Nicola and Bart",
todo o mundo é "Nicola and Bart".
Vai, cantemos "Liberdade".