Musica Italiana

Figli delle Stelle

( Canta: Alan Sorrenti )
( Autor: Alan Sorrenti - 1976 )

Original em italiano Tradução

Come le stelle, noi,
soli nella notte, noi ci incontriamo.
Come due stelle noi,
silenziosamente, insieme, ci sentiamo.

Non c'è tempo di fermare
questa corsa senza fine
che ci sta portando via.

E il vento spegnerà
il fuoco che si accende
quando sono in te,
quando tu sei in me.

Noi siamo figli delle stelle,
figli della notte che gira intorno.
Noi siamo figli delle stelle,
non ci fermeremo mai, per niente al mondo.

Noi siamo figli delle stelle,
senza storia, senza età, eroi di un sogno.
Noi, stanotte, figli delle stelle,
ci incontriamo per poi perderci nel tempo.

Come due stelle, noi,
riflessi sulle onde, scivoliamo.
Come due stelle, noi,
avvolti dalle ombre, noi ci amiamo.

Io non cerco di cambiarti,
so che non potrò fermarti,
tu per la tua strada vai.

Addio ragazza, ciao,
io non ti scorderò,
dovunque tu sarai,
dovunque io sarò.

Noi siamo figli delle stelle,
figli della notte che gira intorno.
Noi siamo figli delle stelle,
non ci fermeremo mai per niente al mondo.

Noi siamo figli delle stelle,
senza storia, senza età, eroi di un sogno.
Noi stanotte, figli delle stelle,
ci incontriamo per poi perderci nel tempo.

Noi siamo figli delle stelle,
figli della notte che gira intorno.
Noi siamo figli delle stelle,
non ci fermeremo mai per niente al mondo.

Siam sempre figli delle stelle,
senza storia senza età, eroi di un sogno.
Noi stanotte, figli delle stelle,
ci incontriamo per poi perderci nel tempo.

Noi siamo figli delle stelle,
siam sempre figli delle stelle,
noi siamo figli delle stelle, noi.

Noi, stanotte figli delle stelle,
siam sempre figli delle stelle,
siamo figli delle stelle, noi.


Como as estrelas, nós,
sozinhos na noite, nos encontramos.
Como duas estrelas, nós,
em silêncio, juntos, nós sentimos.

Não há tempo de parar
esta corrida sem fim
que está nos levando embora.

E o vento apagará
o fogo que se acende
quando estou em ti,
quando tu estás em mim.

Nós somos filhos das estrelas,
filhos da noite que gira em volta.
Nós somos filhos das estrelas,
não pararemos nunca, por nada ao mundo.

Nós somos filhos das estrelas,
sem história, sem idade, heróis de um sonho.
Nós, esta noite, filhos das estrelas,
nos encontramos para depois nos perdermos no tempo.

Como duas estrelas, nós,
refletidos nas ondas, deslizamos.
Como duas estrelas, nós,
envolvidos pelas sombras, nos amamos.

Eu não tento de mudar-te,
sei que não te poderei parar,
tu andas pela tua estrada.

Adeus garota, tchau,
eu não te esquecerei,
em qualquer lugar tu estarás,
em qualquer lugar eu estarei.

Nós somos filhos das estrelas,
filhos da noite que gira em volta.
Nós somos filhos das estrelas,
não pararemos nunca, por nada ao mundo.

Nós somos filhos das estrelas,
sem história, sem idade, heróis de um sonho.
Nós, esta noite, filhos das estrelas,
nos encontramos para depois nos perdermos no tempo.

Nós somos filhos das estrelas,
filhos da noite que gira em volta.
Nós somos filhos das estrelas,
não pararemos nunca, por nada ao mundo.

Somos sempre filhos das estrelas,
sem história, sem idade, heróis de um sonho.
Nós, esta noite, filhos das estrelas,
nos encontramos para depois nos perdermos no tempo.

Nós somos filhos das estrelas,
somos sempre filhos das estrelas,
nós somos filhos das estrelas, nós.

Nós, esta noite filhos das estrelas,
somos sempre filhos das estrelas,
somos filhos das estrelas, nós.