Musica Italiana

Eterno ritornello

( Canta: Teddy Reno )
( Autor: Bruno Bidoli - 1946 )
( Conhecida também como: Te voio ben )

Agradeço profundamente o meu queridíssimo amigo Sergio Siberna por ter-me ajudado na transcrição
correta da letra desta esplendida musica que não encontrei na Rede. Muito obrigado amigo querido!!

Original em dialeto triestino Tradução

Guardè quela copieta che camina
prendendose le man come do fioi,
zerchemo de capir quel che i combina,
za poco i se cura de noi.

Se se podessi andar senza esser visti
vizin de lori e a veder cos' che i fà,
se podaria pensar che no ghe esisti
che poche parole, ste qua:

Te me vol ben?
Te voio tanto ben!
Ma quanto, quanto?
Tanto, tanto, tanto!

Sto ritornel
antico e sempre bel
el xe un incanto:
Te voio tanto ben!

In cine, per strada, sul tram
o pozadi sul muro,
se disi, coi oci nei oci,
col ciaro e col scuro:

Te me vol ben?
Te voio tanto ben!
Su, dime ancora.
Te voio tanto ben!

In cine, per strada, sul tram
o pozadi sul muro,
se disi coi oci nei oci,
col ciaro e col scuro:

Te me vol ben?
Te voio tanto ben!
Su, dime ancora.
Te voio tanto ben!

Te voio tanto ben!


Olhem aquele casal que caminha
mantendo-se pelas mãos como duas crianças,
tentamos entender o que eles estão fazendo,
considerado que eles se preocupam pouco conosco.

Si pudéssemos ficar sem ser vistos
pertinho deles e ver o que estão fazendo,
se poderia pensar que não existam
que poucas palavras, estas aqui:

Me queres bem?
Te quero tanto bem!
Mas quanto, quanto?
Tanto, tanto, tanto!

Este estribilho
antigo e sempre belo,
é um encanto:
Te quero tanto bem!

No cinema, pela rua, no bondinho
ou apoiados no muro,
se dizem, com os olhos nos olhos,
de dia ou de noite:

Me queres bem?
Te quero tanto bem!
Vai, diz-me ainda.
Te quero tanto bem!

No cinema, pela rua, no bondinho
ou apoiados no muro,
se dizem, com os olhos nos olhos,
de dia ou de noite:

Me queres bem?
Te quero tanto bem!
Vai, diz-me ainda.
Te quero tanto bem!

Te quero tanto bem!