Musica Italiana

Estate

( Canta: Bruno Martino )
( Autores: Brighenti - B. Martino - 1961 )

Original em italiano Tradução

Estate,
sei calda come i baci che ho perduto,
sei piena di un amore che è passato,
che il cuore mio vorrebbe cancellar.

Odio l'estate,
il sole che ogni giorno ci scaldava,
che splendidi tramonti dipingeva,
adesso brucia solo con furor.

Tornerà un altro inverno,
cadranno mille pètali di rose,
la neve coprirà tutte le cose
e forse un pò di pace tornerà.

Odio l'estate,
che ha dato il suo profumo ad ogni fiore,
l'estate che ha creato il nostro amore
per farmi poi morire di dolor.

Tornerà un altro inverno.

Odio l'estate,
che ha dato il suo profumo ad ogni fiore,
l'estate che ha creato il nostro amore
per farmi poi morire di dolor.

Odio l'estate.
Odio l'estate.


Verão,
és quente como os beijos que perdi,
és cheio de um amor que passou,
que o meu coração queria cancelar.

Odeio o verão,
o sol que a cada dia nos aquecia,
que esplendidos pôr-do-sol pintava,
agora só queima com furor.

Voltará um outro inverno,
cairão mil pétalas de rosas,
a neve encobrirá todas as coisas
e talvez um pouco de paz voltará.

Odeio o verão,
que deu o seu perfume a cada flor,
o verão que criou o nosso amor
para depois fazer-me morrer de dor.

Voltará um outro inverno.

Odeio o verão,
que deu o seu perfume a cada flor,
o verão que criou o nosso amor
para depois fazer-me morrer de dor.

Odeio o verão.
Odeio o verão.