Musica Italiana

Era il tempo delle more

( Canta: Mino Reitano )
( Autores: Nisa - F.Reitano - M.Reitano - 1971 )

Original em italiano Tradução

Era il tempo delle more
e al fiume ti portai.
Una luna quasi nuova
com'era nuova la voglia di te.

Le tue braccia come l'acqua
e i grilli intorno a noi.
Sulle labbra un desiderio
e la tua vita fioriva con me.

Fiordalisi e papaveri
stesi con gli occhi in sù
che guardavano il cielo
coperto di nubi blu.

Quella notte quanti baci,
quella notte quante stelle
ma poche verità!

Era il tempo delle more,
il mese che ti amai.
Le campane senza cuore
che ci rubavano le ore che sai.

Fiordalisi e papaveri
stesi con gli occhi in sù
che guardavano il cielo
coperto di nubi blu.

Quella notte quanti baci,
quella notte quante stelle
ma poche verità!
Era il tempo delle more.

Corre il fiume al suo destino
col nostro addio più triste che mai.
Col nostro addio più triste che mai!


Era o tempo das amoras
e para o rio te levei.
Uma lua quase nova
como era novo o desejo de ti.

Os teus braços como a água
e os grilos a nossa volta.
Nos lábios um desejo
e a tua vida florescia comigo.

Flor-de-lis e papoulas
estendidos com os olhos para cima
que olhavam o céu
encoberto de nuvens azuis.

Naquela noite quantos beijos,
naquela noite quantas estrelas
mas poucas verdades!

Era o tempo das amoras,
o mês em que te amei.
Os sinos sem coração
que nos roubavam as horas que tu sabes.

Flor-de-lis e papoulas
estendidos com os olhos para cima
pois olhavam o céu
encoberto de nuvens azuis.

Naquela noite quantos beijos,
naquela noite quantas estrelas
mas poucas verdades!
Era o tempo das amoras.

Corre o rio para o seu destino
com o nosso adeus mais triste do que nunca.
Com o nosso adeus mais triste do que nunca!