Musica Italiana

Com' bello fa' l'amore quanno sera

( Canta: Claudio Villa )
( Autores: L. Martelli - E. Neri - G. Simi - 1939 )

Original em dialeto romano Traduo

Chi pe' fa' l'amore vo' er salotto o er separ,
chi se sceje l'ombra profumata di un caff,
mentre, c'ho da ditte, a me me piace amoreggi
pe' le strade in libbert.
Quanno poi tramonta er sole
so' pi dorci le parole a tu per tu.

Com' bello fa' l'amore quanno sera,
core a core co' 'na pupa ch' sincera.
Quelle stelle che ce guardeno lass
nun so' belle come l'occhi che ciai tu.
Luce bianca, dormiveja d'un lampione,
che t'insegna dove tu te poi baci,
speciarmente tra le rose a primavera,
com' bello fa' l'amore quanno sera.

Sperza ne l'erbetta fra le rose e le panz
io ci 'na casetta che me fabbrico da me.
Ci pe' tetto er cielo, ci la luna p'abbagi,
ner tramonto e' tutta blu.
Nun ce pago mai piggione
e ce porto 'gni maschietta che me va.

E se 'n viggile me chiede: "Lei che fa?"
J'arisponno: " casa mia, che nun lo sa?"
L'ho innarzata co' li sogni 'sta casetta
e se qui la pupa mia me vie' a trov,
speciarmente tra le rose a primavera
com' bello fa' l'amore quanno sera.

A primavera!


Quem para fazer amor quer a sala ou um separado,
quem escolhe a sombra perfumada de um caf,
enquanto, o que posso dizer, eu gosto de namorar
pelas ruas em liberdade.
Quando depois o sol se pe
so mais dozes as palavras a ss.

Como belo fazer amor quando noite,
corao a corao com uma menina que sincera.
Aquelas estrela que nos olham l de cima
no so belas como os olhos que tens tu.
Luz branca, dormitar de um lampio,
que te mostra onde tu pode beijar-te,
especialmente entre as rosas a primavera,
como belo fazer amor quando noite.

Perdida na relva entre as rosas e os amor-perfeito
eu tenho uma casinha que construo sozinho.
Tem por teto o cu, tem a lua para abajur,
no por do sol toda azul.
No pago nunca o aluguel
e a levo cada garota que me v.

E se um guarda me pergunta: "O que est fazendo?"
Eu respondo: " casa minha, no o sabe?"
A ergui com os meus sonhos esta casinha
e se aqui a minha garota vem visitar-me,
especialmente entre as rosas a primavera
como belo fazer amor quando noite.

A primavera!