Musica Italiana

Ciao Turin

( Canta: Gipo Farassino )
( Titulo original: Ciao Torino )
( Autores: Lampo - C. Prato - 1949 )
( Traduzida em dialeto por Gipo Farassino em 1963 )

Agradeço profundamente o amigo Giovanni Gabriele Colombo por ter-me enviado
de Malaga, onde reside, a letra no dialeto de Turim com relativa tradução em italiano.

Original em dialeto de Turim Tradução

Ciau Turin, mi vadu via,
vad luntan a travaié.
Mi sai nen cosa ca sia,
sentu `l cor a tramulé.

Ciau Turin, mia bela tera,
che tristessa, che pensé.
A ma smia nianca vera
a duveite abandune.

I vedrai pi' nen la Mole,
né i so' giardin.
I purterai pi'
nen le bele cite al Valentin.

Ciau Turin, mi vadu via,
vad luntan a travaié,
ma darai la vida mia
per pudei prest riturné.

Stamatin sun riva' dele carte,
la purtamie riand al pustin.
O mia bela citá, devu parte
e lasete, mia bela Turin.

I vedrai pi' nen la Mole,
né i so' giardin.
I purterai pi'
nen le bele cite al Valentin.

Ciau Turin, mi vadu via,
vad luntan a travaié,
ma darai la vida mia
per pudei prest riturné.


Tchau Turim, eu vou embora,
vou distante a trabalhar.
Eu nem sei o que é,
sinto o coração tremer.

Tchau Turim,, minha bela terra,
que tristeza, que pensamentos.
Não me parece nem verdade
que te devo abandonar.

E não verei mais nem a Mole,
nem os seus jardins.
E não levarei mais
nem as belas garotas ao Valentino.

Tchau Turim, eu vou embora,
vou distante a trabalhar,
mas daria a vida minha
para poder logo voltar.

Esta manha chegaram algumas cartas,
as trousse rindo o carteiro.
O minha bela cidade, devo partir
e deixar-te, minha bela Turim.

E não verei mais nem a Mole,
nem os seus jardins.
E não levarei mais
nem as belas garotas ao Valentino.

Tchau Turim, eu vou embora,
vou distante a trabalhar,
mas daria a vida minha
para poder logo voltar.