Musica Italiana

Catena

( Canta: Mario Trevi )
( Autores: Santoro - Rossetti - 1944 )

Original em dialeto napolitano Tradução

Nun mme vuó' bene?
E dimme, comme mm' 'o ppuó' dí?
Tu si' guagliona,
ll'ammore nun 'o ppuó' capí.

Ch'aggi''a fá,
pe' me è destino.
Pe' st'uocchie belle
tanto aggi' 'a suffrí.

Pe' me tu si' catena,
pe' ll'ate si' Maria.
I' perdo 'a vita mia,
Maria, Marí', pe' te.

Tu nun mme dice maje,
maje na parola.
Dimme na vota sola "Te voglio bene"
e po' famme murí.

Tu cante e ride,
e mme turmiente 'a giuventù.
Io mme ne moro,
ma sempe 'a stessa rieste tu.

Mamma chiagne e,
a tutte ll'ore,
mme dice
"Figlio, nun 'a penzá cchiù".

Pe' me tu si' catena,
pe' ll'ate si' Maria.
I' perdo 'a vita mia,
Maria, Marí', pe' te.

Tu nun mme dice maje,
maje na parola.
Dimme na vota sola "Te voglio bene"
e po' famme murí.

Dimme na vota sola "Te voglio bene"
e po' famme murí!


Não me quer bem?
E diga-me, como o pode dizer?
Você é uma garota,
o amor não pode entender.

O que devo fazer,
para mim é destino.
Por estes olhos belos
tanto devo sofrer.

Para mim você é corrente,
para os outros é Maria.
Eu perco a minha vida,
Maria, Maria, por você.

Você não me diz nunca,
nunca uma palavra.
Diga-me uma vez só "Te quero bem"
e depois me deixe morrer.

Você canta e ri,
e me atormenta a juventude.
Eu morro,
mas sempre a mesma permanece você.

Mamãe chora e,
a toda hora,
me diz
"Filho, não pense mais nela".

Para mim você é corrente,
para os outros é Maria.
Eu perco a minha vida,
Maria, Maria, por você.

Você não me diz nunca,
nunca uma palavra.
Diga-me uma vez só "Te quero bem"
e depois me deixe morrer.

Diga-me uma vez só "Te quero bem"
e depois me deixe morrer!