Musica Italiana

Bugiardi noi

( Canta: Umberto Balsamo )
( Autores: U. Balsamo - C. Minellono - 1974 )

Original em italiano Tradução

Donna come solo tu
lo sai di essere,
preda degli errori tuoi
non puoi più vivere.

Hai paura anche con me
di poter perdere,
io che ho fatto tutto ormai
per farmi credere.

Bugiardi noi! Bugiardi chi,
tu bestemmi e non lo sai,
così in alto, così grandi
non lo siamo stati mai.

Bugiardi noi! Bugiardi chi, 
forse tutti intorno a noi,
chi ha confuso l'onestà
con l'orgoglio e la viltà.

Credere in quel che fai
in fondo è facile,
fare ciò in cui credi, sai,
è più difficile.

Tu non hai pagato mai
con frasi inutili,
ora col passato tu
non hai più debiti.

Bugiardi noi! Bugiardi chi,
tu bestemmi e non lo sai,
così in alto, così grandi
non lo siamo stati mai.

Bugiardi noi! Bugiardi chi,
forse tutti intorno a noi,
chi ha confuso l'onestà
con l'orgoglio e la viltà.

Credere in quel che fai
in fondo è facile,
fare ciò in cui credi, sai,
è più difficile.

Tu non hai pagato mai
con frasi inutili,
ora col passato tu
non hai più debiti.


Mulher como somente tu
sabes de ser,
presa dos erros teus
não podes mais viver.

Tens medo também comigo
de poder perder,
eu que já fiz tudo
para fazer-me crer.

Mentirosos nós! Mentirosos quem,
tu blasfemas e não o sabes,
assim pra cima, assim grandes
não fomos nunca.

Mentirosos nós! Mentirosos quem, 
talvez todos em voltas de nós,
quem confundiu a honestidade
com o orgulho e a cobardia.

Crer naquilo que fazes
no fundo é fácil,
fazer aquilo em que crês, sabes,
é mais difícil.

Tu não pagaste nunca
com frase inúteis,
agora com o passado tu
não tens mais dividas.

Mentirosos nós! Mentirosos quem,
tu blasfemas e não o sabes,
assim pra cima, assim grandes
não fomos nunca.

Mentirosos nós! Mentirosos quem, 
talvez todos em voltas de nós,
quem confundiu a honestidade
com o orgulho e a cobardia.

Crer naquilo que fazes
no fundo é fácil,
fazer aquilo em que crês, sabes,
é mais difícil.

Tu não pagaste nunca
com frase inúteis,
agora com o passado tu
não tens mais dividas.