Musica Italiana

Bellezze in bicicletta

( Canta: Trio Darling )
( Autores: G. D'Anzi - M. Marchesi - 1951 )

Original em italiano Tradução

Ma dove vai bellezza in bicicletta,
così di fretta pedalando con ardor.
Le gambe snelle, tornite e belle,
m'hanno già messo la passione dentro al cuor.

Ma dove vai con i capelli al vento,
col cuor contento e col sorriso incantator.
Se tu lo vuoi, o prima o poi,
arriveremo sul traguardo dell'amor.

Se incontriamo una salita,
io ti sospingerò
e stringendoti alla vita,
d'amor ti parlerò.

Ma dove vai bellezza in bicicletta,
non aver fretta, resta un poco sul mio cuor.
Lascia la bici, dammi i tuoi baci,
è tanto bello, tanto bello far l'amor.

Quando a primavera per le strade
passa il "Giro" gridan tutti ai corridor:
Dai, dai, dai, dai, dai, dai!
Dai, dai, dai, dai, dai, dai!

Ma se una maschietta
in bicicletta passerà
vedrai che ognuno, là per là,
la testa girerà e allegro canterà:

Ma dove vai bellezza in bicicletta,
così di fretta pedalando con ardor.
Le gambe snelle, tornite e belle,
m'hanno già messo la passione dentro al cuor.

Ma dove vai con i capelli al vento,
col cuor contento e col sorriso incantator.
Se tu lo vuoi, o prima o poi,
arriveremo sul traguardo dell'amor.

Se incontriamo una salita,
io ti sospingerò
e stringendoti alla vita,
d'amor ti parlerò.

Ma dove vai bellezza in bicicletta,
non aver fretta, resta un poco sul mio cuor.
Lascia la bici, dammi i tuoi baci,
è tanto bello, tanto bello far l'amor.

Ma dove vai bellezza in bicicletta,
così di fretta pedalando con ardor.
Le gambe snelle, tornite e belle,
m'hanno già messo la passione dentro al cuor.

È tanto bello far l'amor!


Mas onde vais beleza em bicicleta,
assim de pressa pedalando com ardor.
As pernas ágeis, harmoniosas e belas,
já me meteram a paixão dentro do coração.

Mas onde vais com os cabelos ao vento,
com o coração contente e o sorriso encantador.
Se tu queres, antes ou depois,
alcançaremos a meta do amor.

Se encontramos uma ladeira,
eu te empurrarei
e apertando-te na cintura,
de amor te falarei.

Mas onde vais beleza em bicicleta,
não ter pressa, fica um pouco no meu coração.
Deixa a bicicleta, dá-me os teus beijos,
é tão belo, tão belo namorar.

Quando em primavera pelas rua
passa o "Giro" todos gritam aos corredores:
Dai, dai, dai, dai, dai, dai!
Dai, dai, dai, dai, dai, dai!

Mas se uma garota
em bicicleta passará
verás que cada um, na mesma hora,
a cabeça virará e alegre cantará:

Mas onde vais beleza em bicicleta,
assim de pressa pedalando com ardor.
As pernas ágeis, harmoniosas e belas,
já me meteram a paixão dentro do coração.

Mas onde vais com os cabelos ao vento,
com o coração contente e o sorriso encantador.
Se tu queres, antes ou depois,
alcançaremos a meta do amor.

Se encontramos uma ladeira,
eu te empurrarei
e apertando-te na cintura,
de amor te falarei.

Mas onde vais beleza em bicicleta,
não ter pressa, fica um pouco no meu coração.
Deixa a bicicleta, dá-me os teus beijos,
é tão belo, tão belo namorar.

Mas onde vais beleza em bicicleta,
assim de pressa pedalando com ardor.
As pernas ágeis, harmoniosas e belas,
já me meteram a paixão dentro do coração.

É tão belo namorar!