Musica Italiana

Bella dispettosa

( Canta: Giorgio Consolini )
( Autores: A. Mari - O. Sarra - 1952 )

Peço desculpas pelos barulhos e ruge-ruge de fundo. Tenham paciência!!

Original em italiano Tradução

Quel vestitino verde come l'erba
lo indossi a mio dispetto, già lo so,
perchè ti fa più bella e a tutti garba
e della tua bellezza vai superba
e questo tu lo sai che mi disturba,
ma un giorno vendicare mi saprò.

Bella, bella, bella dispettosa
io ti terrò rinchiusa
dal primo giorno che diventerai mia sposa.
Riderò se allora piangi
perchè so che sempre fingi
se uno scopo capriccioso tu non raggiungi.

Bella, bella, bella dispettosa
non uscirai di casa
nemmeno se dovessi andar a far la spesa.
Quel che fai ti rifarò,
ripagarmi allor saprò
dei dispetti che m'hai fatto, dispettosa.

Se dico:
"Non ti mettere il rossetto"
ti tingi pure quando vai a dormir.
Se ti proibisco di scherzar col gatto
fai tutto ciò che a me può far dispetto
e ridi se puoi farmi ingelosir.

Bella, bella, bella dispettosa
non uscirai di casa
nemmeno se dovessi andar a far la spesa.
Quel che fai ti rifarò,
ripagarmi allor saprò
dei dispetti che m'hai fatto, dispettosa.

Diventerai mia moglie, dispettosa
e allor diciotto figli ti darò!


Aquele vestidinho verde como a grama
o vestes pra meu despeito, já o sei,
porque te faz mais bela e todos gostam
e da tua beleza andas soberba
e isto tu o sabes que me incomoda,
mas um dia vingar-me saberei.

Bela, bela, bela despeitosa
eu te manterei presa
desde o primeiro dia em que te tornarás minha esposa.
Rirei se então choras
porque sei que sempre finges
se um escopo caprichoso tu não alcanças.

Bela, bela, bela despeitosa
não sairás de casa
nem se tivesse que ir a fazer compras.
Aquilo que fazes te refarei,
vingar-me então saberei
dos despeitos que me fizeste, despeitosa.

Se digo:
"Não colocar o batom"
te pintas também quando vai dormir.
Se te proíbo de brincar com o gato
fazes tudo aquilo que pode fazer-me despeito
e ris se podes me enciumar.

Bela, bela, bela despeitosa
não sairás de casa
nem se tivesse que ir a fazer compras.
Aquilo que fazes te refarei,
vingar-me então saberei
dos despeitos que me fizeste, despeitosa.

Te tornará minha esposa, despeitosa
e então dezoito filhos te darei!