Musica Italiana

Acque amare

( Canta: Carla Boni )
( Autores: Nisa - C. A. Rossi - 1953 )

Original em italiano Tradução

Acqua di fonte chiusa fra la neve
anima e cuore geli a chi ti beve,
somigli all'amor mio che se n'è andato
e tanto freddo in cuore m'ha lasciato.

Acqua di fonte,
tu che discendi a valle prepotente,
travolgi un cuore che vuol morire,
fa che il mio bene sia lì sul ponte.

Acqua di fonte!
Acqua di fonte!

Acqua di lago cupa e misteriosa
ti guardo ma il pensiero non riposa,
come l'amore mio tu sai ingannare,
sei calma e mi fai tanto disperare.

Acqua di lago,
tu specchi la chiesetta dove prego
ma sei felice se non ho pace,
se follemente per lui divago.

Acqua di lago!
Acqua di lago!

Acqua di mare, magica e profonda,
spaventi i cuori se diventi un'onda,
fai come fece un di l'amore mio,
la riva baci e poi le dai l'addio.

Acqua di mare,
a tutti i naviganti fai timore,
tu sola puoi donar l'oblio,
so che il tuo abbraccio mi può sanare.

Acqua di mare!
Acqua di mare!

Acque amare più dolci
d'un bacio d'amor!


Água de fonte presa entre a neve
alma e coração geias a quem te bebe,
pareces o amor meu que foi embora
e tanto frio no coração me deixou.

Água de fonte,
tu que desces o vale prepotente,
arrastas um coração que quer morrer,
faz que o meu bem esteja aí na ponte.

Água de fonte!
Água de fonte!

Água de lago escura e misteriosa
te olho mas o pensamento não descansa,
como o amor meu tu sabes enganar,
és calma e me fazes tanto desesperar.

Água de lago,
tu refletes a igrejinha onde rezo
mas és feliz se não tenho paz,
se loucamente por ele vagueio.

Água de lago!
Água de lago!

Água de mar, mágica e profunda,
apavoras os corações se te tornas uma onda,
fazes como fez um dia o amor meu,
a margem beijas e depois lhe dás o adeus.

Água de mar,
a todos os navegantes incutes medo,
tu somente podes doar o olvido,
sei que teu abraço me pode sarar.

Água de mar!
Água de mar!

Águas amargas mais dozes
de um beijo de amor!