Musica Italiana

Acquaiolo

( Canta: Luciano Tajoli )
( Autores: A. Natili - P. Bassi - 1952 )

Original em italiano Tradução

Oè! Chi vo' bevere!
Acqua gelata è comme vase senza ammore!
Oè! Nisciuno vene a me!

Perchè l'amore nostro non sia cosa delusa
io me ne vado all'estero,
ma presto tornerò.

Ma tu, mio solo bene, aspetterai
e lo giuri che mi penserai?
Un bacio e il giuramento suggellò.

Ullero, ullero! Cuore sincero!
A bordo d'un vapore, triste e solo,
piangendo s'allontana l'acquaiolo.

L'hanno visto singhiozzare,
un'immagine invocare ed un ricciolo baciare.
Il solo pegno d'amor!

Ullero, ullero! Cuore sincero!
A bordo d'un vapore, triste e solo,
già sogna di tornare l'acquaiolo.

Le raccoglieva il vento
le pene del suo cuore
e al mare tutti i palpiti col canto confidò.

Tornò per riveder la sua piccina
ma al suo ritorno, una mattina,
già sposa a un altro cuore la trovò.

A bordo d'un vapore, triste e solo,
per sempre s'allontana
l'acquaiolo.

Oè! Chi può vivere!
L'acqua gelata scorre dint'e vene!
Oè! Stu core va a murì!


Oi! Quem quer beber!
 Água gelada é como beijos sem amor!
 Oi! Ninguém aparece!
 
 Porque o nosso amor não seja uma desilusão
 eu parto para o exterior,
 mas logo voltarei.
 
 Mas tu, meu único bem, esperarás
 e juras que me pensarás?
 Um beijo e o juramento selou.
 
 Ullero, ullero! Coração sincero!
 A bordo de um navio, triste e sozinho,
 chorando se afasta o vendedor de água.
 
 Foi visto soluçar,
 uma imagem contemplar e um cacho de cabelos beijar.
 O único testemunho do amor!
 
 Ullero, ullero! Coração sincero!
 A bordo de um navio, triste e sozinho,
 já sonha de retornar o vendedor de água.
 
 As recolhia o vento
 as penas do seu coração
 e ao mar todos os suspiros com o canto confiou.
 
 Retornou para ver a sua pequena
 mas na sua volta, uma manha,
 já casada com outro homem a encontrou.
 
 A bordo de um navio, triste e sozinho,
 pra sempre se afasta
 o vendedor de água.
 
 Oi! Quem pode viver!
 A água gelada flui dentro das veias!
 Oi! Este coração vai morrer!