Musica Italiana

29 Settembre

( Canta: Lucio Battisti )
( Autor: L. Battisti - Mogol - 1967 )

Original em italiano Tradução

Seduto in quel caffè
io non pensavo a te.
Guardavo il mondo che
girava intorno a me.

Poi d'improvviso lei sorrise
e ancora prima di capire
mi trovai sottobraccio a lei, stretto,
come se non ci fosse che lei.

Vedevo solo lei
e non pensavo a te.
E tutta la città
correva incontro a noi.

Il buio ci trovò vicini.
Un ristorante e poi di corsa
a ballar sottobraccio a lei,
stretto verso casa abbracciato a lei.

Quasi come se non ci fosse che,
quasi come se non ci fosse che lei.
Quasi come se non ci fosse che lei,
come se non ci fosse che lei.

Mi son svegliato e,
e sto pensando a te.
Ricordo solo che,
che ieri non eri con me.

Il sole ha cancellato tutto.
Di colpo volo giù dal letto
e corro li, al telefono, parlo,
rido e tu, tu non sai perchè t'amo.

T'amo e tu, tu non sai perchè parlo.
Rido e tu, tu non sai perchè t'amo.
T'amo e tu, tu non sai perchè piango.
Rido e tu, tu non sai perchè t'amo....


Sentado naquele café
eu não pensava em ti.
Olhava o mundo que
girava em volta de mim.

Depois de improviso ela sorriu
e ainda antes de entender
me encontrei de braços dados com ela,
como se não existisse que ela.

Via somente ela
e não pensava em ti.
E toda a cidade
corria ao nosso encontro.

O escuro nos encontrou juntos.
Um restaurante e depois correndo
a dançar de braço dado com ela,
em direção à casa abbraçado com ela.

Quase como se não existisse que,
quase como se não existisse que ela.
Quase como se não existisse que ela,
como se não existisse que ela.

Acordei e,
e estou pensando em ti.
Lembro somente que,
que ontem tu não estavas comigo.

O sol cancelou tudo.
Num instante vôo fora da cama
e corro ai, ao telefone, falo,
rio e tu, tu não sabes porque te amo.

Te amo e tu, tu não sabes porque falo.
Rio e tu, tu não sabes porque te amo.
Te amo e tu, tu não sabes porque choro.
Rio e tu, tu não sabes porque te amo....